• FASUP

Devo escolher graduação ou ensino técnico em administração?

Seja no campo pessoal ou profissional, administrar é uma atividade indispensável, já que garante o sucesso da maioria dos projetos no dia a dia.


O planejamento do tempo, a definição de metas a serem cumpridas, bem como a análise dos resultados obtidos em determinada atividade são alguns pilares desse processo administrativo. Para uma empresa ter uma boa performance e alcançar os objetivos no nicho que está inserida, por exemplo, precisa-se de uma boa administração de contas, serviços, colaboradores e produtos ofertados.


Se você, leitor, pensa em estudar ou atuar com a administração, tenho certeza que já se perguntou: qual tipo de curso devo escolher, graduação ou técnico? Devo cursar os dois? Optar por um formato me isenta de oportunidades no mercado? Ufa! Muitas são as questões… Mas calma, a gente te explica direitinho ao longo do texto.


O primeiro passo é definir qual o seu objetivo no curso.


Está vendo? A administração está em tudo, até na escolha de estudá-la.


Como funciona o curso técnico em administração?


No técnico em administração, o objetivo é preparar o estudante para o mercado de trabalho. Não que a graduação não faça isso, tá certo!? Por ter uma carga horária mais prática, o conteúdo programático foca nos desafios enfrentados pelo administrador em seu percurso diário. Além disso, o técnico em administração oferece uma qualificação mais rápida, cerca de 2 anos.


Dentre os benefícios do ensino técnico, vale destacar a possibilidade de realizar a qualificação em administração paralela ao ensino médio, sendo uma excelente opção aos jovens que desejam ingressar mais rápido no mercado de trabalho. Além disso, se você está em dúvida se quer atuar com administração ou se tem certeza e deseja ter um conhecimento prévio sobre a área, o curso técnico é norteador, ou seja, ajuda a esclarecer suas dúvidas.


No que diz respeito ao mercado de trabalho, o técnico em administração pode atuar em diversos segmentos. Tendo em vista que ao longo do curso vai se familiarizar com noções de finanças, marketing, recursos humanos e áreas correlatas à gestão.



E o superior em administração, como funciona?


Ao contrário da formação técnica, o curso superior em administração possui um prazo de qualificação mais longo, cerca de 4 anos ou 4 anos e 5 meses a depender da grade curricular da instituição. Por esse motivo, o superior se aprofunda nas noções que circundam a administração e, muitas vezes, enfatiza o conteúdo teórico.


É recomendado para os estudantes que desejam uma visão mais ampla, em especial os que almejam para além da carreira in loco no mercado, uma carreira acadêmica ou autônoma.


Em relação ao técnico, a graduação administrativa é mais detalhada e, por isso, pode dificultar a atuação para aqueles que querem ingressar no mercado mais rápido.


Para se tornar um bacharel em administração, alguns requisitos precisam ser cumpridos, como a necessidade de vestibular para ingressar no curso, mas também e, principalmente, a impossibilidade de realizar o curso de forma paralela ao ensino médio, sendo o diploma um fator essencial para atuar profissionalmente em qualquer segmento da área.


No Brasil, tanto o técnico quanto o bacharel não possuem um piso salarial definido. O valor pode aumentar ou abaixar conforme o grau de qualificação e experiência do administrador. No entanto, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, a faixa salarial gira em torno de 2318,95 mil reais.


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Quais os melhores temas para TCC de Administração?

Além da flexibilidade no formato de curso, podendo ser técnico, tecnólogo e superior, mas também na modalidade de ensino - presencial, à distância ou híbrido - a qualificação em administração também a